Previous Frame Next Frame
  • Execução de Furos
  • Execução de Furos
  • Execução de Furos

Execução de Furos

  • Terrenos Rochosos
  • Terrenos Sedimentais

Terrenos Rochosos

  • Rotopercussão com circulação direta
  • Rotopercussão com circulação inversa
  • Perfuração e Entubamento em Simultâneo

Rotopercussão com circulação direta

O método de perfuração a ar comprimido está indicado para formações geológicas consolidadas e compactas (rochas metamórficas, ígneas e calcários duros).

O ar comprimido desce pelas varas de perfuração, para que ao martelo do fundo de furo seja incutido um movimento rotativo, e perfure as formações geológicas.

Os fragmentos resultantes são transportados até a superfície através da circulação do ar comprimido. Este é o método mais económico.

Rotopercussão com circulação inversa

Este método de perfuração é o mais indicado para Terrenos alternados não consolidados, em que existem percas derivado há existência de cavernas "Grutas" em que a limpeza do fundo do furo não sobe a superfície.

Com este método de perfuração a recolha das amostras perfuradas são efetuadas pelo interior da coluna de perfuração (como aspirador). Tendo assim um mostreiro preciso e contínuo da Litologia. Sem contaminação como o restante.

Perfuração e Entubamento em Simultâneo

O método baseia-se na utilização de um bite piloto e de um alargador excêntrico que, em conjunto, abrem um furo de diâmetro ligeiramente superior àquele exterior do tubo de revestimento, o que permite que este siga o bite de perfuração ao longo do furo.


Terrenos Sedimentais

  • Lamas com circulação direta
  • Lamas com cirulação inversa

Lamas com circulação direta

Método de perfuração por rotação, onde as lamas de circulação são conduzidas através do interior das varas até ao fundo do furo, sendo depois bombeadas pelo espaço compreendido entre a parede exterior da tubagem e as paredes da sondagem, arrastando consigo partículas para a superfície.

Lamas com cirulação inversa

Método de perfuração por rotação onde as lamas de circulação, que arrastam partículas para a superfície, são conduzidas pela gravidade até ao fundo do furo, através do espaço compreendido entre a parede exterior da tubagem e as paredes da sondagem, sendo depois bombeadas para a superfície pelo interior das varas.